Como transplantar rosa do deserto

Tempo de leitura: 9 minutos

Como transplantar rosa do deserto

Rosas do Deserto precisam de um amplo espaço para raiz crescer. Se elas forem mantidas em um espaço reduzido mesmo que sejam regadas e alimentadas generosamente elas não se desenvolverão. As plantas devem ser transplantadas com freqüência até que atinjam o tamanho desejado

 

.Como transplantar rosa do deserto

Se você decidir *(Repota-Transplantar) essas plantas maravilhosas, você deve saber como fazer isso corretamente.

  • Qual é o melhor momento para repotar um Adenio?

Talvez alguém discorde de mim, mas eu repoto sempre que tenho vontade durante os meses mais quentes do ano.

  • Eu posso fazer isso uma vez na primavera e duas no verão. Eu tento repotar plantas quando há brotos nelas, isso não as magoa nem um pouco. Eu acho que seria melhor para repor cada planta em uma base regular, uma vez por ano ou mais.

    A faze da lua indicada para replantar adenios é a Lua Minguante.

Potes de Plásticos, argila porosa, concreto e panelas de grés são todos adequados, mas estejam cientes de que as raízes maciças dos adenios não respeitam potes de cerâmica caros. Use recipientes de paredes grossas e de preferência em forma de tigela para evitar quebras.

Mergulhei a planta de adenio na planta da solução estimuladora de raiz antes de replantar.

Quando você replanta Adenio é normal que as folhas caiam devido ao choque.

Ao replantar seu Adenio você pode tomar alguns cuidados preventivos Usando CIMENTO, CANELA OU COLA PARA SELAR O CORTE: Isso evitará possíveis apodrecimentos.

As raízes danificam facilmente durante o replantio e é por isso que não se deve regá-lo logo após. Devemos esperar uma semana para a planta se ajustar, curar e absorver os nutrientes do estimulador de raízes.

Se você observar algum problema com seu Adenio após o replantio retire a planta do vaso, verifique as raízes / ramos. Se tiver problemas remova as áreas ruins das raízes da planta.

Em seguida, deixe em área protegida com meia sobra, mas sem água por uma semana antes de se mover completamente ao ar livre.

A mistura de envasamento DEVE fornecer excelente drenagem e aeração se as plantas sobreviverem ao regime de irrigação que eu recomendo.

Cada produtor deve experimentar encontrar o substrato que funciona bem para para suas rosas.

Por exemplo, vários produtores de Adenios concluíram que o ingrediente húmus influencia significativamente o desempenho. Adenios muitas outras suculentas apresentam um desempenho excelente em substrato contendo (um produto semelhante a turfa feito de casca de coco)

Não sabemos se esses resultados se devem aos produtos ou condições de cultura; ambos variam muito. É uma boa prática obter várias plantas do mesmo tipo e plantá-las em diferentes misturas para determinar a melhor para suas condições culturais.

Durante o período de crescimento ativo, quanto mais cedo melhor. As plantas que não encheram o vaso com raízes no outono são muito mais propensas a apodrecer de uma rega inoportuna.

  • Não regue durante uma semana após a repotagem, se alguma raiz grande estiver danificada ou se o tempo não estiver quente e seco. 

Se as raízes grandes não tiverem sido danificadas, siga o modelo tropical, não-suculento e regue imediatamente as plantas. O estresse hídrico pode desencadear a dormência, que pode não se romper até o verão seguinte.

Tratar cortes com enxofre é provavelmente benéfico.

Usando CIMENTO, CANELA OU COLA PARA SELAR O CORTES E FERIMENTOS

Cortes em galhos ou na raiz abrem portas para bactérias e fungos que irão se multiplicar provocando podridão e podem causar a morte da Rosa do Deserto.

Se o local já apresentar podridão, toda a parte podre deverá ser removida com auxílio de um estilete ou faca. Utilize álcool 70º para descontaminar o material utilizado na remoção da podridão.

Após o Replantio verifique se há algum ferimento nas raízes ou caudex da Rosa do Deserto.

  • CIMENTO EM PÓ  aplique uma camada de cimento em pó no local do corte e a seiva irá secar junto com o cimento formando uma casca resistente. Aguarde 3 ou 5 dias e replante normalmente. O cimento criará uma casca bem firme e protetora.
  •  CANELA EM PÓ – com auxílio de uma toalha de papel, seque a seiva no local do corte e aplique uma camada generosa de canela em pó. Aguarde 5 ou 7 dias e replante normalmente.
  •  COLA INSTANTÂNEA – com auxílio de uma toalha de papel, seque a seiva no local do corte e aplique a cola. Aguarde a secagem da cola e o replante poderá ser feito imediatamente.

Se você está fazendo o transplante deixe sua planta fora do substrato por alguns dias.

Pulverize CIMENTO OU CANELA por cima das raízes por precaução.

A planta pode ser levantada acima da linha anterior do solo, expondo mais das raízes. Cuidado com as raízes recém-expostas que são suscetíveis a queimaduras solares; eles exigem uma estação de crescimento de sombreamento gradualmente reduzido para se aclimatar ao sol do deserto.

Prefira substratos prontos encontrados em casas de jardinagem, super mercados, casas agropecuárias.

Se você preferir pode fazer o seu próprio substrato

Terra, areia grossa, carvão, palha de arroz carbonizado, casca de castanha do Pará, casca de pino, palha de arroz, casca de amendoim.

Use uma porção de 50% para cada item. Use pelo menos 3 deles. Se em sua cidade você não encontra alguns produtos substitua uma pelo outro.

  • Coloque os potes prontos. Lembre-se, no início, que, ao contrário da maioria das outras suculentas, os adenios não gostam de ser sub-envasados; É importante escolher um vaso do tamanho apropriado. É melhor usar um recipiente com um diâmetro pouco mais que o dobro do diâmetro do caudex (base inchada). Deve ter pelo menos três orifícios na parte inferior para facilitar a drenagem e a aeração. Cubra os buracos com cascalho até uma quarta altura da panela.

 Vaso em formato de bacia

2: Prepare um meio que drene bem e, ao mesmo tempo forneça uma nutrição moderada.

  Isso deve ser feito de acordo com a mistura suculenta usual. Use uma parte do solo do jardim, uma parte da areia grossa (do rio) uma parte de carvão ou palha de arroz misture-as bem. Por favor, lembre-se de moer bem o carvão antes de misturar. Alternativamente, pode-se usar meia parte do solo do jardim, meia parte do composto, meia areia grossa, meia parte de casca de castanha ou de pinos.

 2-Como transplantar

3- Forneça boa luz solar. Adenios preferem luz brilhante; Portanto, coloque os potes em uma área onde haja bastante luz solar direta. Na maioria das áreas, é melhor fornecer o maior nível de luz possível. A exceção são locais que experimentam temperaturas extremamente altas combinadas com baixa umidade e ventos secos. Sob essas condições, você precisará fornecer alguma sombra durante as estações do tempo mais intenso. 

 3-Como transplantar

 4- Pote sua planta.

Encha as panelas até o nível desejado com a mistura para que a ponta das raízes a toque.

Em seguida, segure a planta cuidadosamente no centro da panela, deixe as raízes ficarem penduradas e coloque o restante da mistura em volta das raízes até encobri-las.

Coloque a mistura delicadamente, se necessário, com um pequeno bastão, ao redor das raízes. Você também pode derrubar a panela suavemente no chão para assentar o solo.

4-Como transplantar

 

Regue sua planta recém envasada completamente. 

Isso significa aplicar água até que a mistura seja saturada e o excesso comece a sair pelos orifícios de drenagem.

 A quantidade de tempo entre a rega subsequente varia de acordo com as suas condições, tamanho do recipiente e se a sua planta está em crescimento ativo ou não. Idealmente, a mistura deve ser quase seca antes de regar novamente.

Fornecer muita água durante a estação de crescimento. Se o seu solo estiver bem drenado e o tempo estiver quente e ensolarado, as raízes absorvem rapidamente a umidade do solo, que é perdida pela transpiração normal. Em solos bem drenados durante o crescimento ativo no calor do meio do verão, as plantas podem ser literalmente regadas diariamente.

Restringir a água um pouco durante os períodos mais frios e nublados e reduzir a rega à medida que o outono se aproxima.

4-como plantar rosa do deserto

6- Fertilize moderadamente. Durante o verão, fertilize como faria com outras plantas de casa. Pare de fertilizar inteiramente durante o inverno. O teor de nitrogênio do fertilizante usado deve estar sempre no lado inferior.

Um baixo NPK de nitrogênio, como na razão de 10-15-15 pode ser usado em uma forma líquida diluída. Dependendo da época do ano, a taxa de crescimento e a saúde geral da planta, esta pode ser misturada com a água da rega a cada 2ª ou 3ª rega.

Para a opção orgânica, o estrume líquido de esterco de vaca, obtido misturando esterco de vaca fresco com água (1 Kg em 10 Litros) e armazenando por uma semana, pode ser usado em 1 em 15 diluições uma vez por semana durante a rega.

 

 7- Uma poda anual a partir do segundo ano de idade ajuda a desenvolver uma planta bem moldada e a aumentar a floração. A poda é especialmente necessária quando os galhos se tornam extraordinariamente longos e delgados, ou a planta parece pernalta. É melhor realizado antes do início da primavera, quando a planta está saindo da letargia do inverno e se preparando para produzir novas ramificações.

 

Poda sua planta, para uma melhor forma e mais flores.

8- Re-pote de um a dois anos, dependendo da variedade e do crescimento.

Para um bom caudex crescer, os Adenio precisam ser transplantados periodicamente.

Uma planta que está crescendo bem pode ser retirada de sua antiga panela no início da primavera, seu sistema radicular completamente lavado da antiga mistura do solo, tratado com antifúngico, seco ao ar por 10 dias e então re-envasado em um meio fresco, em um pote de tamanho único.

 O caudex deve ser levantado 3 centímetros a cada recolocação e as raízes danificadas ou emaranhadas devem ser cuidadosamente podadas antes de as raízes serem tratadas com medicação antifúngica.

Se você quiser aprender cultivar Rosas do Deserto Passo a Passo conheça o Manual de cultivo de Rosas do Deserto.

 

 

Conheça o Manual de Cultivo de Rosas do Deserto

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *